Procon recebe mais de 3 mil denúncias em tempos de coronavírus

Preços abusivos em itens necessários para pandemia são inadmissíveis

Foto: Veerasantinithi/Pixabay

Praticamente um mês depois da quarentena ser decretada na cidade de São Paulo o Procon-SP, órgão da Secretaria Extraordinária de Defesa do Consumidor, constatou um aumento de 726% nas denúncias dos consumidores da capital. Os problemas relatados estão majoritariamente relacionados ao avanço do coronavírus: em 19 de março, quando começaram a ser recebidos, o dado era de 394 denúncias; na última quinta-feira (9/4), já somavam 3.254 registros.

Atendendo ao pedido do Procon-SP, os consumidores continuam encaminhando por meio das redes sociais os problemas relacionados ao avanço do coronavírus. Das 3.254 denúncias em geral recebidas até 9/4, a maior parte – 1.889 ou 58% do total – refere-se a preços abusivos de álcool em gel e outros itens. As denúncias especificamente de abuso no valor do álcool em gel e outros itens tiverem um crescimento de 665% (de 247 denúncias em 19/3 para 1.889 em 9/4). É inadmissível que empresas aumentem de forma abusiva os preços de itens necessários à população durante a pandemia. O órgão de defesa ao consumidor está fiscalizando estabelecimentos no estado de São Paulo a fim de averiguar a prática – de 16 de março a 9 de abril, equipes percorreram 1.147 farmácias, supermercados, hipermercados etc de 107 cidades.

Desse total, 888 (77% do total) foram notificados a apresentar notas fiscais de venda ao consumidor final e de compra junto aos seus fornecedores de álcool em gel e máscaras, no período de janeiro a março, para comparação e assim verificação de eventual aumento abusivo sem justa causa. O consumidor que se deparar com algum valor de produtos ou serviços relacionados ao coronavírus que considere abusivo, pode recorrer ao @proconsp. Considerando a orientação de manter o isolamento e evitar sair de casa, o Procon disponibiliza canais de atendimentos à distância para receber denúncias, intermediar conflitos e orientar os consumidores: via internet (www.procon.sp.gov.br), aplicativo – disponível para Android e iOS – ou via redes sociais, marcando @proconsp, indicando o endereço ou site do estabelecimento.

 

Da Redação

One thought on “Procon recebe mais de 3 mil denúncias em tempos de coronavírus

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: