O impacto ambiental da agricultura convencional

O impacto

O impacto ambiental da agricultura convencional e a agroecologia como resposta

O impacto ambiental da agricultura convencional e a agroecologia como resposta. A busca de uma nova forma de produção de alimentos é urgente.

Quando se fala em preservação do meio ambiente, logo vem à nossa mente medidas como não poluir, impedir o desmatamento, promover a reciclagem, economizar água, reduzir as emissões de gases de efeito estufa e adotar energias renováveis, como a eólica e a solar. Muitos esquecem ou mesmo desconhecem que o ato de alimentar também é um dos principais fatores de destruição ambiental.

O advento da Era Industrial, no final do século XVIII, resultou em uma agricultura transformada em processo industrial, adotando métodos artificiais sem base natural, como fertilizantes e pesticidas químicos, irrigação, manipulação genética, uso de hormônios em animais e, também, o aumento do emprego de combustíveis fósseis na mecanização.

Entre os impactos negativos da agricultura convencional para o meio ambiente, destaca-se o uso de insumos químicos. Os fertilizantes industriais contêm altas concentrações de nitrogênio, se acumulando no solo, sendo transformado, por processos químicos, em nitrato. Isto provoca a contaminação do solo, dos lençóis freáticos subterrâneos, contaminando a água e criando alimentos com potencial cancerígenos.

Outro problema neste cenário é o desequilíbrio ecológico causado pela própria prática da monocultura, com a imensa redução da biodiversidade. Entre os principais indicadores do desequilíbrio está o aparecimento de pragas, doenças e ervas daninhas, que por sua vez são combatidas com agrotóxicos – inseticidas, herbicidas e fungicidas.

A indústria alimentar é ainda a maior causa de desmatamento e perda de habitat de diversas espécies, gerando um impacto irreversível na fauna e flora.

Outro fator que não pode ser desconsiderado é a produção de lixo (resíduos sólidos), pois cada alimento industrializado é vendido em embalagem específica e apesar da crescente conscientização sobre o problema e a necessidade da reciclagem, muitas empresas continuam investindo em embalagens cada vez mais fracionadas e de difícil reutilização.

Em suma, além de gerar um impacto à saúde humana, a agricultura convencional acelera as mudanças climáticas. Nesse contexto, a agroecologia se apresenta como uma resposta sustentável para a produção de alimentos.

 

Quinta da Mantiqueira
Instagram: @quintaagroecologia
Facebook: www.facebook.com/quintadamantiqueira
WhatsApp: (11) 94734-5544

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: