“Música”, desde sempre!

“Música”, desde sempre!

música

“Música”, desde sempre! O que é música? Não, não se trata de uma questão de prova, mesmo porque, para alguns teóricos ou Musicistas, esta resposta é extremamente longa e complexa.

Fato é que a música sempre esteve presente, ou melhor, sempre fez parte de nossas vidas, mesmo antes de ser arte ou disciplina ou antes de ser uma das matérias do “Qradrivium”.

O homem e seu canto ou ainda a percussão, considerada por alguns estudiosos anterior a este, sempre coexistiram.

A música, anteriormente era uma manifestação coletiva, isto é, todos tocavam e participavam, depois foi- se modificando para o digamos “formato” mais parecido com o que temos hoje, onde um ou mais se apresentam e os outros assistem ou absorvem o que veio a ser chamado posteriormente de arte… até vir o disco, o rádio a música na era industrial…enfim!

Não é esse o tema deste artigo (talvez numa próxima, oportunidade, pois trata-se de um assunto muito interessante!), queremos destacar aqui os benefícios do estudo aprendizado ou prática musical. Podemos dizer que a música faz parte de nossas vidas, porque, o tempo todo está presente e nos faz pensar, sentir, desenvolver etc.

Considera-se que a música, funciona ou trabalha (aqui referindo-me mais ao ato de tocar ou aprender um instrumento em si, porem no geral é assim que a música “age”), com nossa razão e nossa intuição, e podemos dizer que, um bom resultado, seria o equilíbrio dessas duas propriedades

Sem querer tornar o artigo específico, e exemplificando um pouco: Quem nunca se emocionou com uma música, ou um show? Ou nunca voltou rapidamente no tempo ouvindo uma canção?

Mesmo sem estudar música, todos sabemos que existe um lado “matemático/exato na música, suas notas no pentagrama, sextas, sétimas, os tais “modos gregos”, todos já ouvimos ou ouviremos falar.

Estudos recentes, mostram que a música ajuda na educação e até no desenvolvimento das crianças, é uma ótima terapia, um excelente e saudável “hobby”, é muito boa para promover a interação entre as pessoas (Sim, agora em tempos de pandemia… mas vai passar e mesmo “online” é possível interagir!), ajuda a combater o Alzheimer, etc, etc…

Música é muito bom e tocar um instrumento também! E o melhor é que não tem limites, como já citei, você pode tocar para diversão/ entretenimento, por gostar do estudo (da parte “exata” lembra? Ou técnica…), pode desenvolver, voltar a tocar, começar com a idade que tiver ou em qualquer fase e pode descobrir uma aptidão, tornar-se um músico profissional até!

Tudo depende do que você deseja com ela. Ah e não falamos do “Ritmo”, um ponto muito importante na música, e pulso! Olha aí, pulsar, pulso, VIDA, e por aí vai! Para terminar, vou citar aquela conhecida frase do filósofo Nietzsche: “sem música a vida seria um erro”, então, Toque, ouça, sinta, pense, viva… e Viva a Música!

 

Luciano Mazzeo
Músico e Professor (11) 97152-3635

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: