Jardins de chuva na Aclimação e Cambuci

Jardins de chuva na Aclimação e Cambuci

Subprefeitura Sé amplia permeabilidade urbana

Jardim de chuva
Foto: Subprefeitura Sé

Jardins de chuva estão em construção na Aclimação e Cambuci. A Praça Alex Freua Neto, entre a Av. Aclimação e Rua Muniz de Souza, próxima ao Parque, e o Largo do Cambuci são os locais escolhidos pela Subprefeitura Sé para ganhar os novos equipamentos na região.

Assim, segundo a Subprefeitura, mais de 20 mil metros quadrados de jardins de chuva serão distribuídos entre os distritos Sé, República, Santa Cecília, Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação e Liberdade. O objetivo do projeto é deixar região central mais permeável, colorida e florida. 

Portanto, os jardins têm a função de ampliar a permeabilidade urbana, minimizar os efeitos do escoamento superficial e reter a água. As instalações contribuem para a minimização de efeitos das enchentes e alagamentos, deixam a cidade cheia de flores e atraem mais pássaros. 

A constituição de jardins de chuva tem como regra a inversão do que é feito nas ruas. Isto é, ao contrário de impermeabilização do solo com asfalto, cria-se um colchão de ar sob a terra, feito com pedras. Este que, por sua vez, coleta e retém água, enquanto a sua superfície permeável permite que plantas cresçam e deixa a paisagem mais agradável.

Então, na Rua Major Natanael – Pacaembu, o maior sistema de jardins de chuva do Brasil foi construído, seguramente um dos maiores do mundo, congregando 11 jardins dispostos em pontos específicos deste eixo, com mais de 2.800 metros quadrados de área útil.

Repercussão

A diretora da Phytorestore, empresa líder em restauração de biodiversidade em grandes áreas com crises ecológicas e sócio-ambientais, Lilian Henrleng, em matéria publicada no site, O Eco, declara que: “[O jardim] absorve 5% da água que iria ao piscinão do Pacaembu. Simplesmente se adequando ao paisagismo da cidade, quebrando asfalto. O desafio é avançar com respeito aos limites dos ecossistemas. Hoje consumimos 1,7 planeta em recursos naturais”, relata.

Assim, a Subprefeitura Sé afirma que seus projetos de preservação do meio ambiente trazem para o Centro de São Paulo um trabalho técnico, com uma equipe competente e comprometida em transformar a região central. “É um carinho que a cidade merece e um respeito ao meio ambiente”, completa o subprefeito, Roberto Arantes.

Outras novidades são prometidas pela Sub Sé, por exemplo biovaleta, escadaria verde, novos Bosques de Conservação Urbana, paisagismo e outras obras de revitalização.

 

Da Redação

One thought on “Jardins de chuva na Aclimação e Cambuci

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: