Jardim da Gratidão pede socorro

Jardim da Gratidão pede socorro contra descarte ilegal de lixo

Delitos estão cada vez mais graves e recorrentes

Jardim da Gratidão
Foto: Reprodução Instagram @nossojardimdagratidao

Jardim da Gratidão pede socorro contra descarte ilegal de lixo. Na última quinta-feira, dia 27 de agosto, o flagrante do abandono de entulho foi extremamente preciso.

Por volta das 2h30 da manhã daquela madrugada, uma câmera de segurança de uma das casas da rua Sebastião Carneiro, atrás do Parque da Aclimação, capturou imagens claras de caminhão de grande porte, então, virando o entulho de dentro da caçamba na rua. 

Relatos afirmam que, toda semana, o local recebe despejo de lixo. Como resultado, o lugar escolhido pelos infratores é fora do alcance de câmeras em um ponto cego bem na curva da rua.

Há pouco mais de um ano, a área viciada em descarte irregular foi revitalizada por um coletivo de moradores do bairro e, então, recebeu o nome de Jardim da Gratidão. Assim, o objetivo é conscientizar a população sobre o cuidado com o espaço público e promover a cidadania através da participação popular. 

Entretanto, como já apontado, as infrações persistem, estão cada vez mais graves, recorrentes e com volumes maiores descartados. Depois do caso da última quinta, o grupo denunciou o ocorrido em sua página do Instagram

Toda vez que acontecer o delito, se obtivermos provas, vamos trazer a público. A conscientização vem do contratante também; peça referências, contrate apenas profissionais idôneos”, declara o coletivo, sobretudo, à respeito da responsabilidade social de cada um.

Construção popular do Jardim da Gratidão:

A empresa Sustentare é a principal parceira do projeto. Sempre que uma ocorrência é denunciada à Prefeitura de São Paulo, a concessionária age rápido e promove a limpeza do local. Assim, foi na semana passada, quando solicitada, compareceu e retirou o entulho.

Talvez infratores saibam que o lugar é bem cuidado e que haverá destino adequado para o lixo graças à população, por exemplo. O fato é revoltante e chega a ser ofensivo para os vizinhos e frequentadores do bairro, que cuidam e zelam pelo bem estar social.

A boa notícia é que, quando o ambiente está bem cuidado, as pessoas querem participar e, por conseguinte, cuidam mais. Quase como um efeito dominó: quanto mais se cuida, então mais vai se cuidar.

Moradora do bairro e participante do coletivo do Jardim da Gratidão, Ana Alves, concorda com a análise sobre cuidados. “Rola uma identificação. Todas as pessoas, que passam, comentam: ‘Nossa! Aí mudou muito, está se transformando…’ é bem isso mesmo. É uma doação. A gente tem essa parceria com a admiração das pessoas. Então, é muito positivo”, explica ela.

Portanto, é importante participar, ajudar e acompanhar a construção de um bairro melhor e mais inclusivo para todos. Flagrantes, denúncias e todas ações de zeladoria da área são publicadas nas redes sociais do coletivo. No facebook, um grupo de voluntários é encontrado pelo nome JARDIM DA GRATIDÃO e, no Instagram, a página oficial do coletivo é @nossojardimdagratidao.

Veja íntegra do vídeo:

 

Daniel Yazbek

2 thoughts on “Jardim da Gratidão pede socorro

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: