Futebol Carioca prevê volta em junho

Governo do RJ autoriza atividade desde que protocolos sejam seguidos

Foto: Ferj

Na noite da última sexta-feira, dia 05 de junho, foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro decisão que permite a retomada da economia e autoriza a volta de práticas esportivas.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) realizou reunião sábado passado, dia 06, justamente para discutir a questão.

Para Ferj é possível concluir o torneio em apenas três estádios:  Maracanã, Nilton Santos (Engenhão) e São Januário, e assim diminuir o deslocamento das equipes.

A decisão encontra divergências entre os quatro grandes do Rio de Janeiro. Flamengo e Vasco são à favor da volta e Fluminense e Botafogo são contrários.

O governo de Wilson Witzel salienta que quer a volta da torcida nos estádios para julho, com um terço da capacidade.

Vale reforçar que, diferente da volta do futebol na Europa em curva descendente do contágio, no Brasil, o especulado retorno acontece justamente no período mais crítico do coronavírus até agora.

A retomada do futebol gera debate entre jornalistas, comentaristas esportivos e cientistas.

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, forte defensor do retorno do futebol, e ex-jogador e jornalista, Walter Casagrande, travaram uma discussão durante o programa Bem Amigos, Sportv, na noite de segunda-feira, 08 de junho.

Casagrande questionou o porquê da pressa em voltar nestas condições de crescimento da pandemia. Landim se limitou a dizer que, além dele, a grande maioria dos presidentes de outros clubes também são favoráveis a volta.

Até o momento o único estadual que tem o retorno confirmado é o catarinense. A volta está marcada para 08 de julho. A comunidade científica se mostra preocupada com a retomada de atividades econômicas em geral.

Gustavo Oliveira

 

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: