Covas adia Carnaval 2021

Covas adia Carnaval 2021

A ideia é que a festa aconteça em maio ou em julho

Covas adia Carnaval
Foto: Futura Press

Covas adia Carnaval 2021. O evento em São Paulo é mais uma atividade prejudicada pela pandemia de Coronavírus.

O prefeito de São  Paulo Bruno Covas anunciou a decisão em entrevista coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes na última sexta-feira, dia 24 de julho.

Certamente, a festa se tornou um dos principais eventos da cidade, tanto os desfile de escolas de samba, que acontecem tradicionalmente no Sambódromo do Anhembi, quanto nos inúmeros blocos de rua.

Contudo, neste ano de 2020,  São Paulo recebeu mais de 15 milhões de pessoas nos mais de 600 blocos oficiais. Assim, o retorno financeiro foi entorno de R$ 3 bilhões para cidade. Os dados são do Secretaria Municipal de Cultura.

Segundo o prefeito, a data ideal para a realização do evento é no mês de maio ou, no mais tardar, no início de julho. O mês de junho não é cogitado para não haver conflito com as festas juninas.

Portanto, a única certeza do momento é que as festas terão que se reinventar para seguir as recomendações de distanciamento, independentemente das datas que vão ocorrer. Então, o carnaval como se conhece só deve ser visto novamente com a criação e aplicação das tão aguardadas vacinas.

A decisão agrada as escolas de samba, que foram ouvidas pela Liga SP. A alegação das agremiações é que precisam de mais tempo para se preparar para o desfile. A  quarentena atrasou toda a programação. Além disso, estes desfiles precisam ser adaptar para ao “novo normal”.

Esta não é a primeira vez que o carnaval sairá de fevereiro ou março na cidade. Assim, isto já aconteceu em 1892, como medida para tentar conter o lixo deixado na cidade durante o feriado. A segunda foi em 1912, e foi adiada pelo falecimento do Ministro das Relações Exteriores, José Maria da Silva Paranhos Júnior, mais conhecido como Barão de Rio Branco.

 

Gustavo Oliveira

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: