Conheça os participantes do Mundial de Clubes de 2019

Considerado o campeonato mais difícil e de maior importância para os brasileiros, o Mundial de Clubes da FIFA acontecerá no Catar entre os dias 11 e 21 de dezembro. A edição é a penúltima no formato atual, já que a partir de 2021, será disputada de 4 em 4 anos.

Foto: Giuseppe Cacace

Com o fim da Copa das Confederações, o evento é considerado como teste pela FIFA para a Copa de 2022 e será jogado na cidade de Doha.

Fique por dentro e conheça um pouco mais sobre os postulantes ao título.

Flamengo: O time rubro-negro disputa seu segundo mundial, o primeiro da FIFA e entra como um dos favoritos para o título embalado pela conquista da Copa Libertadores. O mengão estreia no dia 17 de dezembro contra o Esperánce, da Tunísia ou o Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Liverpool (Inglaterra): O atual campeão da UEFA Champions League entra como o príncipal favorito, principalmente após o treinador Jurgen Klopp anunciar que levará sua equipe principal para o Catar. Vale lembrar os Reds tentarão aumentar a soberania dos europeus, que conquistam o campeonato ano após ano desde 2013. O Liverpool estreia dia 18 de dezembro, contra o Al-Sadd, do Catar, Hienghene Sport, da Nova Caledônia ou Monterrey, do México.

Monterrey (México): A tradicional equipe mexicana conquistou a vaga após vencer a Liga dos Campeões da CONCACAF, batendo seu maior rival, o Tigres na final. A equipe participará pela 4° vez do torneio e tenta ao menos repetir o 3° lugar de 2012, sua melhor colocação.

Esperánce de Tunis (Tunísia): A equipe, que está no caminho do Flamengo, conquistou a vaga com o bicampeonato da Liga dos Campeões da África e tenta chegar pela primeira vez na semifinal em sua 3° participação e tentar apagar a péssima atuação no ano passado, quando perdeu logo na estreia do Al Ain, dos Emirados Árabes, por 3×0.

Al Hilal (Arábia Saudita):  Outra equipe na chave do Flamengo, o time, que tem o volante Cuellár no elenco estreia na competição e aposta no talento e na experiência dos estrangeiros, como o meia Carlos Eduardo e o atacante italiano Giovinco para tentar surpreender no mundial.

Hienghene Sport (Nova Caledônia): O atual campeão da Liga dos Campeões da Oceânia fez história ao ser o primeiro time do país a conquistar o torneio. O time tem apenas 22 anos de existência e é considerado o patinho feio do campeonato.

Al-Saad (Catar): O time conquistou o direito de jogar o campeonato como o atual campeão do país-sede. Os catares tentam repetir o feito de sua primeira e única participação, quando acabou em 3°, na edição de 2011 e tem como principal estrela o treinador Xavi, que brilhou como jogador no Barcelona.

Por: Gustavo Oliveira

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: