Arraiá tá diferente

Festa junina sofre com crise do novo coronavírus

Foto: Getty Images

Junho é o mês das Quermesses, celebrações populares que no Nordeste são tão queridas quanto o Natal. A festa junina é o segundo evento mais comemorado do País e só fica atrás do Carnaval. 

Desta vez, por culpa do isolamento social, não haverá, pelo menos nos tradicionais arraiais, homenagem aos santos católicos, São João, Santo Antônio, São Paulo, São Pedro e outros.

Balão, fogueira, pau de sebo, pescaria, tiro ao alvo, quadrilha, sanfona, reco reco, triângulo, forró, sertanejo, bolo de milho, bolo de fubá, cuscuz, pamonha, pastel, canjica, arroz doce, quentão, vinho quente, maçã do amor, paçoca, pipoca, buraco quente, tudo isso, neste ano de 2020, tem que ser celebrado em casa, uma vez que a pandemia de Covid-19 segue no Brasil.

Alternativas, como “quermesse drive-thru” e as tão atuais transmissões ao vivo, para que devotos juninos não deixem de festejar a data, mesmo confinados, buscam estimular o mercado que já perdeu mais de R$ 1 bilhão no Nordeste e, apenas na cidade de São Paulo, cerca de R$ 210 milhões. 

Foto: Shutterstock

Gilberto Gil, que completa 78 anos, será a grande estrela de novo capítulo da série de transmissões #DevassaTropicalAoVivo. A celebração “Fé Na Festa do Gil” traz na sexta-feira, dia 26 de junho, às 20h, o show do cantor baiano com um repertório especial para a data, além de apresentação de sua filha Bela Gil, participação de Preta Gil e de outros grandes amigos. Vivendo um momento único em sua história, Gil fala que vai tentar transmitir um astral especial para o show ao vivo no canal do artista no YouTube.

Quem também marca presença nas celebrações virtuais é Alceu Valença, que apresenta a live “São João do Alceu”. Com três dias de programação, entre 26, 27 e 28 de junho, o repertório junino inclui diversas atrações em três cidades diferentes: Caruaru, Olinda e Rio de Janeiro, onde Alceu se apresenta no domingo, dia 28, ao lado de sua banda. O evento inclui uma sala virtual especial onde o público poderá ver e ser visto pelo próprio cantor, que vai interagir com os fãs como se estivesse fisicamente diante deles. O evento com todas as informações está disponível no Facebook. A transmissão será feita pelo canal de YouTube do cantor.

A própria TV Globo, no sábado, dia 27, cai no clima de quadrilha e apresenta o “Arraiá em Casa” a partir das 20h. Uma noite inteira de programação temática, que pretende mostrar todas as características das celebrações juninas nos diferentes estados brasileiros, levando para o público tudo possível, desde as comidas às vestimentas, das diferentes decorações às tradições e, também, muita música. Além dos canais GNT, Multishow e TV Globo, o arraiá estará, também, nas plataformas digitais dos canais, que transmitirão os shows e terão cobertura e conteúdos exclusivos. 

Foto: CTN

O Centro de Tradições Nordestinas (CTN), que já lançou seu cinema drive-in durante a pandemia, inova mais uma vez ao apresentar a festança arretada de “São João de Nóis Tudim em Casa”, iniciativa que promete ensinar a dançar forró, até mesmo quem não sabe, com shows incríveis nesse arraiá diferente de 2020, em casa. A celebração acontece neste domingo, dia 28 de junho, a partir das 11h, com transmissão pelas redes sociais do CTN.

O CTN também oferece um drive-thru de comidas nordestinas. Os restaurantes trabalham aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h. Com menu variado e preço honesto, é possível comer baião de dois, sarapatel, escondidinho de carne seca, feijão tropeiro, cuscuz, acarajé e outras delícias.

Outras opções de transmissões ao vivo ao longo do mês, de drive-thrus e comerciantes caseiros para entrega de comidas juninas apresentam-se como alternativa e oportunidade para não deixar passar a data em branco.

Infelizmente a festa junina não será como de costume, em paróquias, condomínios, escolas, clubes, vilas e demais locais que amam a cultura nordestina e esperam o ano inteiro por este momento. O importante é comemorar do jeito que for possível. 

Ano que vem, se tudo correr bem, a festa junina será a melhor de todos os tempos, mas para isso é preciso que as pessoas fiquem em casa e só saiam quando necessário. Viva São João!

 

Da Redação

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: