Anderson Cruz visita o jornal

Anderson Cruz visita o jornal

Anderson

Anderson Cruz visita o jornal. Morador do bairro e candidato a vereador pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) é Jornalista e advogado, atuando em Direito Civil, Imobiliário e Urbanístico, além de ser presidente licenciado da Comissão de Direito Urbanístico e Infraestrutura da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

Ele é pós graduado em Direito Eleitoral e Processual Eleitoral e em Direito Empresarial Contemporâneo. Também foi aluno especial de Mestrado em Planejamento e Gestão de Território da Universidade Universidade Federal do ABC (UFABC).

Anderson iniciou sua trajetória política no movimento estudantil secundarista. Passou pela Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo, como assessor especial, e foi assessor parlamentar na Câmara Municipal de São Paulo, na Comissão de Meio Ambiente e Defesa dos Animais, na Comissão de Administração Pública, e também na Câmara dos Deputados. Foi presidente do Rotary Club Aclimação na gestão 2019/2020.

Hoje, é consultor jurídico de ONGs sobre meio ambiente e direitos humanos. É defensor dativo na Vara de Violência doméstica contribuindo para a diminuição de conflitos familiares. 

Anderson quer promover transparência, participação social e contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços públicos, através de uma atuação permanente para prevenir e combater a corrupção na gestão municipal, além de garantir a defesa do patrimônio público.

“São Paulo pode ser uma cidade democrática, inclusiva, sustentável, produtiva, educadora e habitável, segura, saudável, convivencial e culturalmente diversa”, ressalta o candidato. 

Ele também propõe a ampliação de atividades comunitárias em toda a cidade, e programas e projetos para deficientes, refugiados, crianças e adolescentes, por exemplo com abertura das escolas municipais aos finais de semana.

Outras propostas de sua candidatura são a geração de renda com entidades do terceiro setor. Conceitos de responsabilidade social com parcerias com o poder Público. Recuperação de áreas degradadas da cidade para a geração de empregos, renda e moradia, integrado com políticas públicas de esportes, lazer e cultura.

Além da criação das zonas especiais de interesse comercial voltado aos pequenos e médios empreendedores nos bairros, com fomento do poder municipal, e centros de atendimento às vítimas de violência urbana voltados à promoção da cidadania, direitos humanos e diversidade.

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: