A Lava Jato e a Corrupção

A Lava Jato e a Corrupção

A Lava Jato e a Corrupção
Foto: Agência Brasil

A Lava Jato e a Corrupção. Todos concordam que a corrupção precisa ser combatida em todos setores da sociedade e sobretudo, no setor público.

A criação da Lava Jato, baseada na Operação Mãos Limpas italiana, foi uma boa iniciativa. Entretanto, o trabalho comandado pelo ex-Juiz Sérgio Mouro e pelo Procurador Deltan Dallagnol, tomou rumos diferentes de se fazer justiça.

Perseguição e Destruição

A Lava Jato se transformou em um órgão de perseguição política e de destruição de nossa indústria. O valor recuperado de 2,5 bilhões está longe dos quase 150 bilhões de prejuízos ao país.

Os Procuradores em vez de prenderem os empresários corruptos e preservarem as empresas e empregos, fizeram um trabalho destruidor contra empresas públicas e privadas.

Na Itália os empresários corruptos foram presos, mas as empresas e empregos preservados. No campo político, realizaram várias prisões baseadas em suposições e delações premiadas conseguidas com ameaças.

A grande maioria foi feita sem nenhuma prova documental. O caso mais emblemático é do ex-Presidente Lula, nos casos do Triplex e do Sítio de Atibaia.

O fato é que o todo poderoso Sérgio Moro vive hoje dias de preocupação com o futuro. Dallagnol fez um acordo para arquivarem as denúncias contra ele feitas pela defesa de Lula e em seguida pediu para sair do comando da Lava Jato alegando motivos pessoais. Várias figuras públicas condenadas e presas sem provas estão sendo inocentadas.

Desde as denúncias do Intercept Brasil, a Lava Jato perdeu força e passou a ser acusada por abuso de poder. Juristas internacionais especializados em combate à corrupção, e que antes elogiavam o trabalho da Lava Jato, passaram a criticá-la e denunciá-la como parcial.

No apagar das luzes dessa força tarefa, o balanço que fica é que a Lava Jato prestou um enorme desserviço ao País e o combate à corrupção não passou de um sonho de verão.

Deixe seu comentário :D

%d blogueiros gostam disto: